Alinhamento 3D: saiba mais sobre essa tecnologia

Você que trabalha em uma oficina mecânica sabe que oferecer um serviço de alinhamento de qualidade a seus clientes é muito importante. Afinal, esse tipo de manutenção é essencial para garantir maior segurança e uma boa rodagem ao veículo. E entre os principais tipos de alinhamento existentes no mercado atualmente, o alinhamento 3D vem se destacando como uma das opções mais modernas e precisas.

Mas você sabe realmente como funciona essa tecnologia? Quais são os seus principais benefícios? E quais as diferenças entre o alinhamento 3D e o alinhamento a laser?

Neste texto, iremos apresentar algumas das principais características dessa inovação tecnológica que ganha cada vez mais adeptos e, consequentemente, espaço em centros automotivos. Confira!

 

Qual a importância do serviço de alinhamento?

 Esse serviço é essencial para manter o carro com a geometria veicular original de fábrica. Dessa forma, o motorista e os passageiros podem contar com o máximo de conforto e segurança. Além disso, o alinhamento de rodas e direção evita o desgaste prematuro de pneus e o consumo desnecessário de combustível.

As fabricantes de automóveis recomendam que o alinhamento de rodas e direção seja realizado a cada 10 mil quilômetros rodados, mas o ideal é realizar esse tipo de serviço com certa frequência ou sempre que se notar alguma instabilidade ao dirigir, vibração excessiva do volante, algum desgaste anormal dos pneus, quando realizar a troca e/ou o rodízio de pneus ou quando efetuar a substituição de algum componente da suspensão ou da direção.

 

Alinhamento 3D: como funciona?

Rápido, moderno e eficiente, o sistema de alinhamento 3D fornece dados precisos sobre a geometria veicular. Com ele, o mecânico pode avaliar a necessidade ou não de se realizar o serviço de alinhamento. Isso porque os desalinhamentos são medidos através de um sistema de detecção que conta com um software de alinhamento e com câmaras e sensores de alta resolução.

Os resultados da leitura obtidos através desse sistema de diagnóstico são enviados para um programa de computador. Depois, são comparados a um banco de dados com os valores de câmber, cáster, divergência e convergência originais de fábrica. A partir dessa comparação, o programa analisa a necessidade ou não de executar o serviço alinhamento de rodas e direção.

Uma das principais vantagens desse sistema de alinhamento 3D é a sua precisão. Por meio das informações contidas no computador, o veículo ficará novamente com o alinhamento de fábrica. Isso irá melhorar a estabilidade do veículo e aumentar a durabilidade dos pneus.

 

Diferenças entre o Alinhamento 3D e o Alinhamento a laser

 Conforme mencionado anteriormente, enquanto o alinhamento 3D conta com um didático programa de computador e com câmeras e sensores que fazem a leitura tridimensional dos valores de divergência, convergência, câmber e cáster, o alinhamento a laser conta com projetores que emitem feixes luminosos num painel com escalas instalado à frente da rampa de alinhamento.

Nesse sistema, a detecção destes valores é analógica e a leitura e a interpretação dos resultados são feitas pelo alinhador.

 

Quando realizar um alinhamento?

O ideal é que o alinhamento seja realizado com certa frequência, mais especificamente a cada 10 mil quilômetros rodados. No entanto, existem outros modos de verificar se um veículo está realmente precisando de um serviço de alinhamento.

O caso mais comum é quando o condutor percebe alguma dificuldade do automóvel de permanecer em linha reta, deslocando-se ligeiramente para os lados. Tremulações excessivas no volante e o desgaste irregular dos pneus também podem ser sinais de que o veículo está precisando de um alinhamento.

 

Quer oferecer serviços de alinhamento de qualidade, modernos e precisos? Conte com quem entende do assunto! Máquinas Ribeiro: oferecendo as melhores opções de alinhadores de direção para o seu negócio há mais de 10 anos.


5 vantagens em ter uma balanceadora de rodas Ribeiro em sua oficina mecânica

Conheça os diferenciais de cada modelo

O serviço de balanceamento de rodas serve para equilibrar o conjunto roda/pneu como um todo, por meio de contrapesos de chumbo. Quando esse conjunto está em desequilíbrio, o motorista passa a sentir vibrações no volante, as quais deixam a direção instável e o ato de dirigir perigoso. A rapidez com que uma balanceadora de rodas Ribeiro faz uma leitura precisa pode ser o grande diferencial do seu negócio em relação aos seus concorrentes. Por isso, antes de investir em equipamentos para esse tipo de serviço, conheça 5 vantagens competitivas das balanceadoras de rodas da Máquinas Ribeiro!

Por que ter uma balanceadora de rodas Ribeiro?

  1. Aumenta a produtividade da sua oficina

A gente sabe que a quantidade de trabalhos a serem realizados por dia em uma oficina mecânica é muito grande. Por isso, a Máquinas Ribeiro desenvolveu uma geração de balanceadoras que levam apenas 7 segundos para fazer a leitura do desequilíbrio de uma roda. Gaste menos tempo da sua equipe profissional com esse serviço e atenda ainda mais clientes. Escolha uma balanceadora de rodas Ribeiro!

  1. Garante maior precisão no serviço oferecido

A precisão de uma balanceadora de rodas é um ponto muito importante porque afeta diretamente o resultado do serviço realizado. As balanceadoras de rodas Ribeiro têm uma precisão de aproximadamente 1 grama.

  1. Tem o melhor custo-benefício

Um bom custo-benefício é essencial para a cadeia automotiva e é um dos diferenciais da Máquinas Ribeiro. As balanceadoras de rodas Ribeiro aliam durabilidade, qualidade, segurança e tecnologia a um custo justo e compatível com o mercado.

  1. Passa credibilidade aos seus clientes

Você sabe que seu cliente escolhe a dedo onde vai realizar a manutenção do veículo dele. Por isso, ter equipamentos especializados para cada tipo de serviço transmite uma imagem mais profissional da oficina. Uma balanceadora de rodas Ribeiro traz confiança aos seus serviços e aumenta a credibilidade da sua oficina.

  1. Oferece segurança aos seus colaboradores

A tradição da Máquinas Ribeiro em desenvolver equipamentos tecnológicos, precisos e robustos transmite confiança. Ter uma balanceadora de rodas Ribeiro em sua oficina significa que você se preocupa com o bem-estar e a segurança dos seus colaboradores.

Investindo em uma balanceadora de rodas Ribeiro

Antes de escolher qual a balanceadora de rodas ideal para a sua oficina mecânica, conheça os principais modelos de balanceadoras de rodas Ribeiro e como elas podem ser úteis no seu dia a dia.

Balanceadora Motorizada de Rodas MR185

Esse é um superlançamento da Máquinas Ribeiro. É um equipamento de ponta, ideal para oficinas que realizam serviços de balanceamento em veículos de passeio, utilitários e em caminhões com rodas de até 1300 mm de diâmetro. A Balanceadora motorizada MR185 é capaz de balancear rodas de ferro ou alumínio que pesem até 150 kg. Visando a segurança e o bem-estar do usuário, a MR185 vem com uma estrutura elevatória. É esse importante detalhe que suspende as rodas mais pesadas até o eixo da balanceadora.

Modernize sua oficina, faça um orçamento desse produto. Clique aqui!

Balanceadora Motorizada de Rodas MR7079

A MR7079 também faz parte da nova geração de balanceadoras de rodas Ribeiro.Esse modelo de balanceadora é bastante utilizado em centros automotivos modernos. Isso porque seus programas de balanceamento de rodas de ferro e alumínio podem ser visualizados através de uma interface com animação 3D, numa tela LCD de alta definição. A MR7079 possui diversos programas de balanceamento e sensores que medem automaticamente os parâmetros da roda. Além disso, essa balanceadora realiza a autocalibração e o autodiagnostico de falhas durante sua operação.

Conheça todas as informações técnicas desse produto clicando aqui.

 

Balanceadora de Rodas MR7000

A balanceadora de rodas Ribeiro modelo MR7000 é capaz de balancear rodas de ferro e alumínio com no máximo 65 kg. Além disso, as rodas precisam ter aros com diâmetro entre 10” a 24” e largura de 1.5″ a 20″. Esse modelo tem um capo de proteção que pode acionar automaticamente o procedimento de balanceamento. Para isso acontecer, basta ser programado. O visor e os teclados dos comandos operacionais da MR7000 estão presentes num painel de controle destacado do gabinete.

Para fazer um orçamento desse produto para a sua oficina, clique aqui.

 

Balanceadora de Rodas MR70B

A balanceadora de rodas motorizada MR70B é semelhante ao modelo MR7000. Isso porque também balanceia rodas de ferro e alumínio com no máximo 65 kg e que tenham aros com diâmetro de 10” a 24” e largura de 1.5″ a 20″. Ela também conta com um capo de proteção que, quando abaixado, se programado, pode acionar automaticamente o procedimento de balanceamento. Mas diferentemente do modelo anterior, o visor e o teclado da MR70B estão acoplados ao tampo do gabinete.

Para fazer um orçamento desse produto para a sua oficina, clique aqui.

 

 

Balanceadora de Rodas MR70

A MR70 também é capaz de balancear rodas de ferro ou alumínio com no máximo 65 kg, aros com diâmetro de 10″ a 24″ e com largura de 1.5″a 20″. Mas esse modelo de balanceadora não possui capo de proteção. O visor e teclados com os comandos operacionais da MR70B estão acoplados ao tampo do gabinete.

Para fazer um orçamento desse produto para a sua oficina, clique aqui.

 

Balanceadora Manual MR100

A MR100 é um modelo de balanceadora manual, de bancada e portátil. Ela possui diversos programas de balanceamento e realiza serviços tanto rodas de ferro como de alumínio. O grande diferencial desse modelo são suas dimensões reduzidas, que permitem sua mobilidade.

Para fazer o orçamento desse produto, clique aqui.

 

Balanceadora de Rodas MR50

A MR50, assim como a balanceadora MR100, é uma balanceadora manual. Porém esse modelo é de coluna (estacionário).

 

Conte com a Máquinas Ribeiro para oferecer o melhor balanceamento de rodas ao seu cliente!


Tipos de ferramentas pneumáticas que sua oficina precisa

Conheça 6 equipamentos que não podem faltar em oficinas mecânicas de sucesso

Ter uma oficina mecânica significa estar sempre de olho no que tem de mais moderno no mercado automotivo, seja para aumentar a produtividade do dia a dia de trabalho, seja para oferecer o serviço mais completo ao seu cliente. Por isso, a Máquinas Ribeiro separou alguns tipos de ferramentas pneumáticas que sua oficina precisa ter.

Assim, antes de saber quais os melhores tipos de ferramentas pneumáticas para a sua oficina, você precisa entender como elas funcionam e porque elas são realmente vantajosas em relação às elétricas. Olha só!

O que são ferramentas pneumáticas?

Ferramentas pneumáticas são equipamentos que usam o ar comprimido como fonte de alimentação. Isso é bem interessante já que o ar é esse atmosférico que você pensou, disponível em qualquer lugar e em qualquer quantidade. Esse ar do ambiente é coletado mecanicamente por compressores, que aumentam a sua pressão, transformando-o em ar comprimido que é a fonte de alimentação das ferramentas pneumáticas.

Dessa maneira, elas servem para dar mais leveza e conforto ao profissional que as manuseiam, principalmente para realizar serviços pesados, trabalhosos e repetitivos.

Quais são as vantagens dos tipos de ferramentas pneumáticas?

Essas ferramentas podem ser comparadas com as ferramentas elétricas e apresentam grandes vantagens. Olha só:

  • Simplicidade

Qualquer um dos tipos de ferramentas pneumáticas tem uma apresentação simples e se você reparar, elas são até mais robustas. A ausência desses componentes mecânicos, como alavancas e fusos helicoidais, garante um equipamento com menos falhas. Além disso, essa simplicidade garante a eles uma vida útil maior.

  • Confiabilidade operacional

Pode confiar! Ferramentas pneumáticas têm uma baixa taxa de falha e não vão te deixar na mão. Afinal, o ar comprimido condicionado trabalha sem problemas em situações como temperaturas extremas (muito frio ou muito calor) e ambientes úmidos.

  • Segurança no trabalho

Por conta do funcionamento dos tipos de ferramentas pneumáticas, não há risco de explosão ou panes elétricas.

  • Proteção contra sobrecarga

Um exemplo disso é que as ferramentas pneumáticas não ficam superaquecidas, já que, durante o consumo, o ar comprimido liberado se resfria.

6 tipos de ferramentas pneumáticas para a sua oficina

  1. Chave de impacto modelo MR3072

Apertar e desapertar porcas e parafusos de maneira manual é quase impossível. Não só pela força necessária, mas também pelas inúmeras repetições e o tempo que isso pode levar. Por isso, a chave de impacto é um tipo de ferramenta pneumática essencial em sua oficina para facilitar e agilizar seu trabalho.

A chave de impacto ¾”da Máquinas Ribeiro (MR3072) foi desenvolvida para uso profissional. Ela tem uma velocidade livre (rotações) de 4.500 RPM e um torque máximo de 1.600 N-M (1.180 FT-LB).

Essa ferramenta pneumática atende demandas com parafusos de 32 mm e tem um consumo médio de 9 cfm. A pressão de trabalho fica em 90 PSI (6.3 kg/cm).

  1. Chave de catraca modelo MR1060

Essa chave catraca pneumática de baixo torque torna os trabalhos de fixação menos maçantes e muitos mais rápidos e eficientes. Essa facilidade acontece porque essa ferramenta pneumática gira em uma direção e impede a rotação no sentido oposto.

A chave de catraca ½”da Máquinas Ribeiro (MR1060) vai deixar seu serviço muito mais fácil. Ela tem um consumo médio de ar de 5 cfm e um torque máximo de 61 N-M (45 FT-LB). Essa ferramenta pneumática conta uma engrenagem do tipo planetária e um sistema de exaustão frontal.

  1. Furadeira modelo MR1050

Esse tipo de ferramenta pneumática é bastante versátil. Produz furos de diversos diâmetros, são ágeis, potentes e precisas.

A furadeira reversível 3/8″ da Máquinas Ribeiro (MR1050)é a ferramenta pneumática ideal para levar qualidade aos serviços que você entrega ao seu cliente. O consumo médio de ar desse equipamento é de 5 cfm e a rotação é de 1800 RPM. Ele possui engrenagem planetária e sistema de exaustão no cabo.

  1. Lixadeira angular modelo MR1218

Para ter acabamentos finos e profissionais, você precisa dos equipamentos certos, não é mesmo? E as lixadeiras são ótimas aliadas nesses momentos! A lixadeira ORBITAL é indicada para lixar superfícies retas. Já as de modelos ANGULARES, são lixadeiras mais apropriadas para lixar superfícies que possuam ondulações.

A lixadeira angular pneumáticada Máquinas Ribeiro (MR1218) vai dar agilidade aos seus serviços. Com uma velocidade de 10.000RPM e um consumo médio de 6 cfm de ar, ela proporciona um acabamento impecável ao seu trabalho. Esse modelo conta com um sistema frontal de exaustão.

A lixadeira orbital pneumática 6″da Máquinas Ribeiro (MR1338) é ideal para oferecer um serviço de funilaria com um acabamento de primeira ao seu cliente. Por conta dos movimentos elípticos, resultam em um retoque mais fino e perfeito. Ela tem uma pá de 6″ (150 mm) e velocidade livre de 10.500 RPM. A pressão de trabalho é de 90 PSI (6.3kg/cm) e tem um consumo médio de ar de 3 cfm.

  1. Martelo pneumático modelo MR1040 (Martelete)

Esse equipamento realiza a remoção de vários materiais e em superfícies com diferentes espessuras. Essas ferramentas pneumáticas são bastante usadas na reparação automotiva por conta de sua resistência e praticidade do dia a dia.

O Martelo Pneumático 150 mm (MR1040) conta com um sistema de exaustão frontal, sua pressão de trabalho é de 90 PSI (6.3kg/cm), tem um consumo médio de ar de 4 cfm e atinge uma velocidade livre de 4500 RPM.

  1. Retifica modelo MR1310

A retífica é uma das ferramentas pneumáticas essenciais para a sua oficina! Essa poderosa ferramenta pode desbastar, lixar e dar polimento a pequenas e delicadas estruturas, proporcionando um acabamento de primeira às peças retificadas.

A retifica reta pneumáticada Máquinas Ribeiro (MR1310) é superfácil de manusear e não ocupa muito espaço em sua oficina. Ela tem uma velocidade de 22.000 RPM e uma pressão de trabalho de 90 PSI (6.3kg/cm). O consumo médio de ar desse tipo de ferramenta pneumática é de 4 cfm.

Conte com quem entende do assunto!

A Máquinas Ribeiro tem uma linha completa de ferramentas pneumáticas para a sua oficina mecânica. Se você quer qualidade, segurança e custo-benefício, conheça nossos equipamentos!


Vale a pena uma rampa para motos?

Descubra agora boas razões para ter uma em sua oficina

 Todas as oficinas de sucesso investem em um elemento muito importante: a diversidade e a diferenciação de serviços. Dessa forma, elas conseguem atender aos vários modelos de veículos e às suas demandas específicas. Por isso, hoje vamos falar sobre a rampa para motos e porque é importante você ter uma dessas no seu trabalho. Quando pensamos nas motocicletas, sabemos que seus donos normalmente são bastante exigentes. Além disso, a manutenção e o reparo de motocicletas muitas vezes exigem ferramentas e equipamentos especiais. O que sua oficina ganha então ao adquirir uma rampa para motos? Entenda mais nos 4 itens a seguir:

– Agilidade no trabalho

Ao fazer a manutenção de uma motocicleta, pode existir a dificuldade em trabalhar com ela no chão, certo? Por isso, uma rampa para motos facilita bastante esse serviço. Isso porque, com a motocicleta suspensa, é mais fácil fazer um checkup completo e acessar certas partes mecânicas para fazer o diagnóstico e o reparo quando necessário. Com a rampa, você pode fazer a manutenção preventiva ou corretiva de forma mais rápida. Isso pode surpreender o seu cliente com a eficiência do seu serviço e a agilidade na entrega. Um reparo demorado, ainda que seja de qualidade, pode fazer com que o dono do veículo não fique satisfeito e não volte a procurar a sua oficina.

– Mais conforto aos mecânicos

Condições de trabalho adequadas são imprescindíveis e influenciam diretamente no serviço prestado pela sua oficina. Para trabalhar com diversos veículos, é necessário que os mecânicos tenham os equipamentos apropriados para cada aplicação. Isso deve não apenas facilitar o trabalho diário, mas também evitar acidentes de trabalho. Dar atenção a esse simples item pode garantir melhores condições de trabalho para seus colaboradores e evitar que eles se machuquem.

A rampa para motos, por exemplo, permite que o mecânico trabalhe com mais segurança e conforto pelo tempo que for necessário.

– Facilidade para executar diversos serviços

Por mais que o dono cuide da sua motocicleta, ela pode apresentar vários problemas técnicos, não é mesmo? Nesses casos, ao levar a moto para uma oficina mecânica, seu cliente busca um serviço de qualidade e que resolva seus problemas. No entanto, se a oficina não estiver equipada com uma rampa de motos, o mecânico terá que trabalhar com ela no chão.  Isso pode trazer uma certa dificuldade para acessar determinadas áreas do veículo.  Assim, como consequência, prejudica-se o reparo da peça danificada. Uma rampa então permite, entre outras coisas, mais facilidade para que o mecânico execute todos os seus serviços.

– Demonstra profissionalismo

Se você oferece serviços para vários modelos de veículo, é importante que sua oficina tenha equipamentos específicos para a execução desses trabalhos. Ter equipamentos de qualidade e corretamente dimensionados para cada veículo demonstra profissionalismo por parte da sua oficina. Mostra também que você se preocupa com cada tipo de veículo e investe na melhor solução tecnológica para fazer cada manutenção. Esteja certo que agindo dessa forma, você vai conquistar e fidelizar seu cliente! Além disso, saiba que ele é bem provável que ele indique sua oficina para alguém.

Você conhece as rampas para motos da Máquinas Ribeiro?

Uma rampa de moto precisa suportar todo o peso da motocicleta. A Máquinas Ribeiro tem 3 modelos de rampas pneumáticas para motos com capacidades de elevação que variam de 250 kg a 450 kg. Os ajustes de raios da roda também podem variar. A MR250M, por exemplo, varia de 200 a 410 mm e conta com uma plataforma com largura de 525 mm. Essa rampa para moto ainda tem 1 pistão de alumínio, com tempo de elevação de 4 a 9 segundos. Quer um orçamento desse produto? Clique aqui e solicite.


Por que sua oficina precisa de equipamentos para alinhamento e balanceamento?

O mercado de oficinas mecânicas não para de crescer e a sua empresa pode sempre melhorar para alcançar cada vez mais clientes e ter sucesso. Nesse contexto, ampliar as possibilidades de serviços oferecidos e ter equipamentos de qualidade é fundamental! Saiba porquê sua oficina precisa de equipamentos para alinhamento e balanceamento.

As demandas do mercado

Ao contrário de muitos setores que foram abalados com a crise econômica, o mercado de oficinas mecânica seguiu em alta. Isso porque ao invés de comprarem novos veículos, as pessoas passaram a investir mais na manutenção dos usados.

Os clientes vão até as oficinas em busca de que seus veículos sejam reparados e tenham sempre o melhor desempenho. Isso também é uma forma de garantir a segurança do motorista e de seus passageiros.  Graças aos avanços na tecnologia, sua oficina é capaz de fornecer um serviço de qualidade através de equipamentos para alinhamento e balanceamento.

A importância dos equipamentos para alinhamento e balanceamento

Dentre os serviços necessários para a manutenção periódica dos veículos estão o alinhamento e o balanceamento. São serviços fundamentais para prolongar a vida útil dos pneus assim como da suspensão de um automóvel.

Entenda a importância dos equipamentos para alinhamento e balanceamento:

Equipamentos para alinhamento:

Quando o motorista sente que há uma dificuldade em manter o veículo em linha reta ou quando há um desgaste irregular dos pneus, a oficina deve realizar o serviço de alinhamento.

O alinhamento é um serviço que deve ser realizado com frequência nos automóveis. Através do alinhador de direção é possível verificar se é necessário o ajuste da suspensão do veículo nos ângulos corretos, de forma a manter as rodas paralelas. Um veículo devidamente alinhado tem como consequência uma maior estabilidade, a economia de combustível, e evita o desgaste dos pneus.

A tecnologia trouxe novas e modernas opções deste equipamento que fazem a medição com precisão através de sensores eletrônicos e laser, possibilitando que sua oficina preste um serviço com muito mais qualidade e rapidez. Os alinhadores de direção podem ter inclusive Wi-Fi, possibilitando o envio de dados diretamente para um computador.

Equipamentos para balanceamento:

Junto com o serviço de alinhamento, vem o balanceamento. Este serviço tem como objetivo proporcionar maior equilíbrio ao automóvel, trazendo maior conforto e segurança para o motorista. Por isso, é muito importante um equipamento de qualidade para a execução deste serviço.

O desequilíbrio das rodas e pneus tem como consequência a vibração no volante. A causa disso é a distribuição não uniforme da borracha do pneu ou da circunferência da roda. O balanceamento através de contra peso busca o equilíbrio do conjunto. Um serviço mal executado pode causar a dificuldade em manter o veículo na trajetória desejada, além do desgaste dos pneus, reduzindo assim sua vida útil.

Existem diferentes modelos que podem ser escolhidos de acordo com a sua necessidade. A balanceadora local, por exemplo, realiza o serviço no próprio veículo, enquanto outros modelos exigem que a roda seja retirada do automóvel.

 

Máquinas Ribeiro: produtos de qualidade com o melhor custo-benefício para a sua oficina mecânica!

Com mais de 10 anos de experiência na fabricação de máquinas e equipamentos para a reparação automotiva, nossos produtos são um reflexo dessa tradição! Por isso, nossos equipamentos possuem a mais alta qualidade para garantir o melhor desempenho, segurança e tranquilidade para os seus clientes!

Conheça cada tipo de macaco hidráulico para oficina mecânica

O macaco hidráulico é uma ferramenta muito importante para a realização de alguns serviços. Existem diferentes modelos e cada um pode ser utilizado para a execução de determinada tarefa. Conheça os tipos de macaco hidráulico para oficina mecânica!

Por que sua oficina precisa ter um macaco hidráulico?

O macaco hidráulico é uma ferramenta que atua como uma alavanca capaz de suspender objetos pesados. Nesse sentido, ele é utilizado para elevar uma parte do veículo sem que haja a necessidade de que ele fique completamente suspenso.

Esse é um equipamento de fácil manuseio que pode facilitar a execução de diversas tarefas dentro da sua oficina mecânica. Principalmente para serviços de reparos mais simples, o macaco hidráulico dá agilidade na hora do mecânico executar a tarefa.

Além disso, independentemente do tipo de macaco hidráulico escolhido, essa é uma ferramenta que pode ser facilmente deslocada dentro da oficina mecânica. Isso irá permitir que você realize mais serviços ao mesmo tempo, ganhando eficiência e aumentando seus ganhos.

Conheça os tipos de macaco hidráulico

Cada tipo de macaco hidráulico para oficina mecânica varia de acordo com a forma que são manuseados e a sua capacidade de suportar determinado peso. Saiba mais sobre cada tipo:

  • Macaco hidráulico jacaré: este tipo de macaco pode ser utilizado para elevar até duas toneladas no sentido lateral. Ele é acionado por uma alavanca que garante sua força. Possui rodas que, além de facilitar o deslocamento dentro da oficina, podem acompanhar o deslocamento do veículo em casos de inclinação.
  • Macaco hidráulico de garrafa: é um dos tipos de macaco hidráulico para oficina mecânica que possui mais potência. Ele pode elevar uma carga de até 50 toneladas. O macaco de garrafa é um tipo de pistão que usa fluidos para gerar pressão interna e elevar a carga. Por ser de menor tamanho, ele pode ser facilmente armazenado e deslocado pela oficina.

O macaco hidráulico para transmissão

Além dos tipos de macaco hidráulico para oficina mecânica citados, um modelo muito importante é o macaco hidráulico para transmissão. A manutenção de caixas de transmissão é um trabalho pesado que exige cuidado e precisão já que a peça deve ser retirada completamente do veículo.

Dessa forma, o macaco hidráulico para transmissão facilita esse serviço. O equipamento é acionado por um pedal e chega a uma altura de 1,75 m. Ao ser posicionado abaixo do veículo sob a caixa de transmissão, ele permite a remoção da peça de forma segura para que possa ser realizada a manutenção necessária.

O macaco hidráulico para transmissão também possui rodas para locomoção. Dessa forma você pode movimentá-lo com tranquilidade ao longo da oficina e movimentar a caixa de transmissão até o local onde será feito o reparo da peça.

Conheça o macaco pneumático

Além dos tipos de macaco hidráulico para oficina mecânica, outra opção é o modelo pneumático. Ele é destinado à elevação de veículos em rampas e valas.

Este equipamento é indicado tanto para manutenções em geral como para serviços de alinhamento e pode elevar até duas toneladas.  Graças aos braços que possui, o macaco pneumático pode ser adaptado para qualquer veículo.

Conte com a Máquinas Ribeiro para encontrar todos os tipos de macaco hidráulico para oficina mecânica! Escolha o seu produto e faça um orçamento.