Saiba como manter a segurança em uma oficina mecânica

Todo profissional que trabalha em oficinas mecânicas ou em centros automotivos sabe como alguns acidentes podem ser comuns nesses ambientes, não é mesmo? A manutenção inadequada de equipamentos, a falta de organização, o uso de produtos tóxicos e a constante movimentação de veículos são apenas alguns dos fatores de risco. Mas saiba que manter a segurança em uma oficina mecânica não é nenhuma tarefa impossível!

Por isso, listamos aqui algumas dicas de como se manter sempre atento às normas de segurança no trabalho e evitar possíveis imprevistos. Confira!

  1. Equipamentos de proteção

Apostar em equipamentos de proteção é uma das formas mais eficazes para manter a segurança em uma oficina mecânica e proteger a integridade do trabalhador, minimizando os riscos de acidentes. Assim como em qualquer outra atividade, o uso das ferramentas certas para cada tipo de tarefa é imprescindível.

Dessa forma, os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs) devem ser implementados como medidas preventivas para reduzir os casos de acidentes de trabalho nesses locais.

Veja alguns dos principais equipamentos de proteção que devem ser utilizados em oficinas mecânicas e autocenters:

  • Luvas e botas de segurança: protegem os pés e as mãos de possíveis acidentes com equipamentos e ferramentas.
  • Protetores auriculares: protegem a audição do trabalhador dos intensos ruídos, tão frequentes em oficinas mecânicas.
  • Óculos de proteção: protege os olhos das impurezas, fagulhas, limalhas ou qualquer outra partícula que possa machucar os olhos ou prejudicar e até comprometer a visão.
  • Aventais impermeáveis e cremes de proteção: esses equipamentos evitam que o trabalhador entre em contato direto com substâncias tóxicas.
  1. Ambiente organizado

Além dos equipamentos de proteção, um ambiente organizado é outro fator essencial para manter a segurança em uma oficina mecânica. Ferramentas e equipamentos devem ser guardados de forma adequada e em um local destinado justamente para isso.

Além de evitar pequenos acidentes, manter a sua oficina sempre organizada permite maior agilidade e rapidez na execução dos serviços. Afinal, você sempre saberá onde estão as ferramentas que precisa para determinado tipo de tarefa.

  1. Espaços planejados

Uma outra dica para manter a segurança em uma oficina mecânica ou em um centro automotivo é fazer um planejamento de todos os espaços daquele ambiente. Defina áreas e estipule algumas regras para serem seguidas. Isso tornará o seu trabalho mais organizado, planejado e muito mais seguro!

Direções de circulação dos veículos, áreas de estacionamento, áreas de manobra, áreas de manutenção… Ao estipular esses espaços, os riscos de pequenas batidas e até de acidentes mais graves são muito menores. Para ajudar, você pode contar com placas ou sinalizações no chão.

  1. Equipamentos e ferramentas adequadas

As famosas “ferramentas improvisadas” são um grande risco para a segurança daqueles que trabalham em uma oficina mecânica. Isso porque, muitas vezes, essas improvisações podem falhar e acarretar até acidentes mais graves.

Por isso, é muito importante contar com os equipamentos e ferramentas adequados para cada tipo de tarefa para manter a segurança em uma oficina mecânica.

  1. Manutenção preventiva

Muitas vezes, só passamos a dar atenção à questão da segurança após algum acidente ou imprevisto, não é mesmo? Mas saiba que isso é um erro! A manutenção preventiva é uma das formas mais fáceis de evitar problemas em uma oficina mecânica.

Faça inspeções de rotina para ver se não existe nenhum problema em seu ambiente de trabalho. Cheque todos os itens de segurança, como mangueiras de incêndio e extintores, e também a situação das instalações elétricas de sua oficina.

 

Viu como é fácil manter a segurança em uma oficina mecânica? Com algumas pequenas ações, é possível prevenir-se dos comuns imprevistos nesses ambientes e reduzir os riscos de acidente!

E se você está em busca de equipamentos de qualidade, que garantam eficiência e produtividade sem deixar de lado a segurança, conte com quem entende do assunto. Conte com a Máquinas Ribeiro!


Alinhamento 3D: saiba mais sobre essa tecnologia

Você que trabalha em uma oficina mecânica sabe que oferecer um serviço de alinhamento de qualidade a seus clientes é muito importante. Afinal, esse tipo de manutenção é essencial para garantir maior segurança e uma boa rodagem ao veículo. E entre os principais tipos de alinhamento existentes no mercado atualmente, o alinhamento 3D vem se destacando como uma das opções mais modernas e precisas.

Mas você sabe realmente como funciona essa tecnologia? Quais são os seus principais benefícios? E quais as diferenças entre o alinhamento 3D e o alinhamento a laser?

Neste texto, iremos apresentar algumas das principais características dessa inovação tecnológica que ganha cada vez mais adeptos e, consequentemente, espaço em centros automotivos. Confira!

 

Qual a importância do serviço de alinhamento?

 Esse serviço é essencial para manter o carro com a geometria veicular original de fábrica. Dessa forma, o motorista e os passageiros podem contar com o máximo de conforto e segurança. Além disso, o alinhamento de rodas e direção evita o desgaste prematuro de pneus e o consumo desnecessário de combustível.

As fabricantes de automóveis recomendam que o alinhamento de rodas e direção seja realizado a cada 10 mil quilômetros rodados, mas o ideal é realizar esse tipo de serviço com certa frequência ou sempre que se notar alguma instabilidade ao dirigir, vibração excessiva do volante, algum desgaste anormal dos pneus, quando realizar a troca e/ou o rodízio de pneus ou quando efetuar a substituição de algum componente da suspensão ou da direção.

 

Alinhamento 3D: como funciona?

Rápido, moderno e eficiente, o sistema de alinhamento 3D fornece dados precisos sobre a geometria veicular. Com ele, o mecânico pode avaliar a necessidade ou não de se realizar o serviço de alinhamento. Isso porque os desalinhamentos são medidos através de um sistema de detecção que conta com um software de alinhamento e com câmaras e sensores de alta resolução.

Os resultados da leitura obtidos através desse sistema de diagnóstico são enviados para um programa de computador. Depois, são comparados a um banco de dados com os valores de câmber, cáster, divergência e convergência originais de fábrica. A partir dessa comparação, o programa analisa a necessidade ou não de executar o serviço alinhamento de rodas e direção.

Uma das principais vantagens desse sistema de alinhamento 3D é a sua precisão. Por meio das informações contidas no computador, o veículo ficará novamente com o alinhamento de fábrica. Isso irá melhorar a estabilidade do veículo e aumentar a durabilidade dos pneus.

 

Diferenças entre o Alinhamento 3D e o Alinhamento a laser

 Conforme mencionado anteriormente, enquanto o alinhamento 3D conta com um didático programa de computador e com câmeras e sensores que fazem a leitura tridimensional dos valores de divergência, convergência, câmber e cáster, o alinhamento a laser conta com projetores que emitem feixes luminosos num painel com escalas instalado à frente da rampa de alinhamento.

Nesse sistema, a detecção destes valores é analógica e a leitura e a interpretação dos resultados são feitas pelo alinhador.

 

Quando realizar um alinhamento?

O ideal é que o alinhamento seja realizado com certa frequência, mais especificamente a cada 10 mil quilômetros rodados. No entanto, existem outros modos de verificar se um veículo está realmente precisando de um serviço de alinhamento.

O caso mais comum é quando o condutor percebe alguma dificuldade do automóvel de permanecer em linha reta, deslocando-se ligeiramente para os lados. Tremulações excessivas no volante e o desgaste irregular dos pneus também podem ser sinais de que o veículo está precisando de um alinhamento.

 

Quer oferecer serviços de alinhamento de qualidade, modernos e precisos? Conte com quem entende do assunto! Máquinas Ribeiro: oferecendo as melhores opções de alinhadores de direção para o seu negócio há mais de 10 anos.


Como escolher um elevador de carros para sua oficina mecânica?

 Para aqueles que já possuem uma oficina mecânica, mas querem modernizar e ampliar os seus serviços, ou mesmo para quem está começando a montar o seu negócio, a escolha dos elevadores automotivos é de extrema importância. Esses equipamentos garantem uma manutenção ainda mais segura e eficaz dos veículos, por isso investir em qualidade é essencial! Mas, diante de tantas opções, como escolher um elevador de carros para o seu tipo de negócio?

Listamos aqui alguns aspectos em que é preciso ficar atento para não errar na hora de adquirir um elevador automotivo. Confira!

 

Antes de escolher um elevador de carros, conheça os modelos disponíveis

O primeiro passo para escolher um elevador de carros é identificar qual é o modelo que melhor atenda suas necessidades. Atualmente, existem diversas opções disponíveis, como o hidráulico, o mecânico e o pantográfico.

Nos elevadores mecânicos, os motores são acionados de modo manual através de uma alavanca para elevar ou abaixar o veículo. Já os modelos hidráulicos apresentam motores hidráulicos que, quando acionados, fazem com que o óleo presente no reservatório migre até os pistões no interior das duas colunas, fazendo o movimento de elevação.

Por fim, os elevadores pantográficos são a opção ideal para oficinas que estão em busca de otimizar o seu espaço. Esses modelos contam com plataformas de elevação retráteis, contribuindo para o ganho de espaço e maior produtividade.

Ao escolher um elevador de carros, leve então em consideração essas diferenças entre cada modelo.

 

Segurança e custo-benefício

Esses são dois fatores fundamentais para escolher um elevador de carros para sua oficina mecânica. Em primeiro lugar, analise o custo-benefício. Leve em conta informações como a vida útil do equipamento e os gastos com manutenção. Lembre-se de que preço baixo às vezes também pode ser sinônimo de futuras dores de cabeça. Por isso, prefira elevadores de qualidade, que garantem maior durabilidade e produtividade.

Além disso, a segurança dos carros e dos profissionais também deve ser um elemento decisivo! Afinal, o trabalho diário com esse tipo de equipamento exige cuidados especiais.

 

Tipos de veículos

Além de estar atento aos modelos disponíveis, é importante ficar de olho nos tipos de veículos que sua oficina atende. Isso porque cada elevador automotivo suporta uma carga máxima e a escolha do modelo ideal deve levar em conta essa informação!

Elevadores com capacidade de 2.500 kg, por exemplo, são ideais para atender veículos de pequeno porte. Por outro lado, se sua oficina costuma atender veículos maiores e mais pesados, você pode optar por elevadores com capacidade de carga mais alta, como os de 3.500 ou 4.000 kg.

 

Tipos de serviço

 Um outro ponto a ser analisado antes de escolher um elevador de carros é o tipo de serviço prestado pela sua oficina. Afinal, por mais que os elevadores automotivos sejam equipamentos bastante versáteis, podendo realizar diferentes tipos de manutenção, alguns modelos podem agilizar e facilitar o seu trabalho.

Por exemplo: existem oficinas especializadas em troca de óleo automotivo. Nesses casos, os elevadores com rampa para troca de óleo são os mais indicados. Já para as oficinas que costumam atender veículos muito baixos ou rebaixados, os elevadores pantográficos são a opção ideal, já que podem ser embutidos no chão.

 

Ainda está em dúvidas sobre como escolher um elevador de carros ideal para a sua oficina mecânica?

Conte com quem entende do assunto! Há mais de 10 anos aliando qualidade, segurança e custo-benefício, a Máquinas Ribeiro oferece as melhores opções de elevadores automotivos para o seu negócio!

 


Saiba como ter uma oficina mecânica moderna em 5 passos!

A concorrência está grande e o que o seu negócio está fazendo para se destacar? O mercado está em constante evolução e a sua empresa precisa acompanhar as inovações para poder atrair mais clientes. Você tem dúvidas de como fazer isso? Então saiba como ter uma oficina mecânica moderna em 5 passos!

1. Comece pela organização e limpeza do ambiente:

Oficina suja de graxa, com ferramentas espalhadas pelo chão, com paredes escuras e com pôsteres nunca mais! Uma oficina mecânica moderna tem a boa aparência, a organização e a limpeza como pré-requisito para atrair mais clientes.

Invista na iluminação do ambiente para dar uma melhor impressão. Existem diversos tipos de armários, bancadas e painéis que podem ser utilizados para organizar as ferramentas.

Inclua na execução de cada serviço a limpeza como procedimento padrão para ser cumprido pelos funcionários. É fundamental a limpeza da área e o recolhimento dos equipamentos usados a cada serviço.

2. Mais que um nome, tenha uma marca:

Você já reparou que existem muitas oficinas que são conhecidas pelo nome do dono? Mas isso pode ser muito ruim para o seu negócio! As pessoas precisam encontrar a sua oficina, por isso é muito importante  que você tenha mais que um nome, uma marca.

Uma oficina mecânica moderna tem uma marca definida, com nome e logo. Isso transmite maior credibilidade para os clientes e facilita na hora de eles te encontrarem na internet.

3. Coloque sua marca na internet:

A sua oficina pode ter um site com todas as informações sobre os serviços e promoções. Dessa forma, ela poderá ser encontrada facilmente quando um cliente fizer uma pesquisa no Google.

Aproveite também para criar um perfil nas redes sociais! As pessoas podem interagir com a sua marca e mostrar a satisfação com os seus serviços. Isso irá atrair novos clientes para a sua oficina!

Outra dica é criar uma página no Google Meu Negócio. Esta é uma plataforma totalmente gratuita do Google onde você poderá incluir a sua oficina no mapa (Google Maps) além de disponibilizar informações precisas sobre o seu negócio. Saiba mais neste outro post:

4. Automatize o seu controle financeiro:

Existem diversos softwares para fazer a gestão e o controle financeiro da sua oficina mecânica. Através deles é possível fazer o cadastro de clientes assim como o controle das contas a serem pagas e monitorar as entradas. Você poderá inclusive ter um controle do seu estoque e de seus fornecedores.

Uma oficina mecânica moderna usa a tecnologia também para ajudar nos processos internos com a emissão de ordens de serviço. Isso irá facilitar o controle do que acontece dentro da oficina.

5. Tenha os melhores equipamentos:

Investir em equipamentos modernos e de ótima qualidade é fundamental para a sua oficina se destacar. Veja o que o seu negócio precisa ter:

Elevador automotivo: este equipamento irá facilitar muito a realização dos serviços de manutenção.  Ter um elevador automotivo em sua oficina também transmitirá mais credibilidade para os seus clientes. O equipamento transforma o ambiente, facilitando a organização do espaço.

– Desmontadora pneumática: é utilizada para o serviço em pneus, tornando o serviço rápido e preciso. Alguns equipamentos ainda contam com acessórios que podem facilitar ainda mais o serviço.

– Balanceadora: é um equipamento moderno que auxilia você a oferecer ao cliente um serviço de qualidade, proporcionando maior equilíbrio ao automóvel e trazendo maior conforto e segurança para o motorista.

Alinhadores de direção: a tecnologia trouxe novas e modernas opções deste equipamento que fazem a medição com precisão através de sensores eletrônicos e laser.

Conte com a Máquinas Ribeiro para ter uma oficina mecânica moderna! Conheça nossos produtos.

Como fazer o controle financeiro da sua oficina mecânica?

Qualquer empresa precisa de atenção com o controle financeiro. E as oficinas mecânicas não ficam de fora! É necessário organizar os gastos e os recebimentos para que a conta fique positiva no final do mês. Assim você poderá continuar crescendo! Saiba como fazer o controle financeiro da sua oficina mecânica.

Você precisa registrar tudo diariamente

O primeiro passo para ter um controle financeiro é você registrar tudo. Isso é um compromisso que sua oficina precisa assumir de forma rigorosa. São essas informações que vão dar origem ao seu fluxo de caixa.

Isso irá permitir que você tenha uma visão real da saúde financeira da sua oficina mecânica. Independente dos valores e dos motivos das entradas e saídas, não se esqueça de registrar essa movimentação.

Importante: não misture o dinheiro da empresa com o seu

É muito comum em empresas familiares, como as oficinas mecânicas, não haver a distinção clara entre o dinheiro da empresa e o pessoal. Isso traz o desequilíbrio de retiradas de dinheiro, atrapalhando o controle financeiro da sua oficina mecânica.

Dessa forma, você não pode pagar contas pessoais com o dinheiro da oficina. E muito menos fazer investimentos em seu negócio com seu dinheiro pessoal. Isso cria uma falsa impressão de como está o financeiro da empresa.

Defina um valor de retirada mensal seu, que será seu salário. Esse valor é chamado de pró-labore. Todo o restante do dinheiro é da oficina e deverá ser reservado para gastos e investimentos na empresa.

Tenha um planejamento de gastos

Para manter o controle financeiro da sua oficina mecânica é preciso saber planejar os gastos. Como ponto de partida, veja quais são os custos fixos da sua oficina. Estes são os gastos que se repetem mensalmente como o aluguel, pagamento de luz e água, salário de funcionários e até mesmo o seu pró-labore.

Outro fator importante do seu planejamento é saber quando vão ocorrer as entradas. Sua oficina aceita cartão de crédito? Então já tenha uma data de previsão deste recebimento.

Sabendo dos custos fixos e das entradas, você poderá planejar o seu financeiro. Também será possível saber quando você poderá fazer um investimento no seu negócio, como comprar um novo equipamento.

Use a tecnologia a favor do seu negócio

Foi-se o tempo em que o fluxo de caixa era feito em uma caderneta. Atualmente, existem diversos programas de computador (inclusive gratuitos) que podem te ajudar a fazer a gestão e o controle financeiro da sua oficina mecânica.

Em um mesmo software é possível fazer o cadastro de clientes, fazer o controle das contas a serem pagas e monitorar as entradas. Você poderá inclusive ter um controle do seu estoque e de seus fornecedores.

A tecnologia também pode ajudar nos processos internos com a emissão de ordens de serviço. Isso irá facilitar o controle do que acontece dentro da oficina.

Procure sempre os melhores fornecedores

Escolher comprar produtos dos melhores fornecedores é também uma forma de otimizar o controle financeiro da sua oficina mecânica. Um produto de origem duvidosa ou de má qualidade pode trazer um grande prejuízo para o seu negócio.

Ao escolher um produto de qualidade você irá melhorar o seu serviço, o que viabilizará um fluxo maior de entradas no seu caixa. Outro fator importante é a redução de gastos com o conserto de equipamentos ruins.

Por isso, conte com quem tem experiência de mercado e os melhores produtos. Conheça a nossa linha completa de equipamentos com o melhor custo-benefício para a sua oficina e faça um orçamento.

Cliente fiel: 4 dicas de pós-venda para oficina mecânica

A maior preocupação das empresa é fechar um negócio. Mas como você trata as pessoas no pós-venda será o diferencial que tornará o seu cliente fiel. Assim, você não só conclui um serviço com sucesso como garante que ele voltará sempre! Confira 4 dicas de pós-venda para oficina mecânica.

 As vantagens de ter um pós-venda eficiente

Antes de mais nada, você sabe o que é o pós-venda? O pós-venda é o atendimento que a sua oficina presta ao cliente após a realização de um serviço. São ações que vão proporcionar a sua oficina um relacionamento longo e duradouro com o cliente.

Isso irá torná-lo fiel à empresa. E por que não um divulgador da sua oficina? Um cliente satisfeito tem grandes chances de indicar a sua oficina mecânica para outras pessoas. Isso trará cada vez mais clientes para o seu negócio!

Atualmente, com a alta quantidade de concorrentes, tornou-se cada vez mais difícil fidelizar um cliente. Por isso, um pós-venda eficiente pode ser um diferencial do seu negócio. Confira nossas dicas!

4 dicas de pós-venda para oficina mecânica

1. Comece coletando os dados dos seus clientes:

A primeira dica de pós-venda para oficina mecânica é coletar os dados dos seus clientes. Sua oficina precisa ter um banco de dados automatizado para organizar um cadastro. Informações como nome completo, data de aniversário, telefone, e-mail e endereço devem ser solicitadas.

Inclua também o modelo do veículo, um histórico dos serviços contratados e a sua frequência. A partir desses dados você poderá desenvolver a suas estratégias de pós-venda já que será possível entender o que seu cliente precisa.

2. Faça uma pesquisa de satisfação:

A pesquisa de satisfação é uma importante ferramenta para o pós-venda. Isso porque a ideia é identificar falhas no serviço da sua oficina. Assim, você poderá revisar procedimentos e melhorar continuamente.

Existem diferentes formas de fazer a pesquisa de satisfação. Você pode, por exemplo, encaminhar um e-mail após a conclusão do serviço com um formulário. Até mesmo na hora do pagamento, você pode ter um papel impresso simples, perguntando a experiência da pessoa.

O importante é que a sua oficina mostre disposição para ouvir a opinião do cliente. Mas além de estar disposta a ouvir, sua oficina precisa também acatar as críticas e consertar erros.

3. Antecipe as necessidades do seu cliente:

A partir dos contatos e do histórico dos seu clientes, é possível que você se antecipe sobre as necessidades deles. Assim, você será lembrado antes mesmo que ele possa pensar em procurar um concorrente.

A troca de óleo, por exemplo, deve ocorrer com frequência. Quando estiver chegando a hora da nova troca, você pode mandar uma mensagem via Whatsapp lembrando seu cliente.

4. Invista em brindes e benefícios:

Os brindes são uma ótima forma de pós-venda para oficina mecânica. Isso porque é uma forma de sua empresa se fazer presente no dia a dia do cliente de maneira indireta. Outro fator é que as pessoas sempre se sentem especiais quando ganham presentes. Podem ser produtos simples como chaveiros, canetas e aromatizadores de carros.

Além dos brindes em produtos sua oficina pode apostar nos programas de benefícios. Pacotes de serviços com preços diferenciados, descontos progressivos e uma pontuação para a contratação de cada serviço são algumas opções.

Conte com quem tem um pós-venda eficiente!

Além de aplicar no dia a dia da sua oficina, você também pode contar com um fornecedor que tenha um bom pós-venda. A Máquinas Ribeiro tem essa preocupação em sua tradição! Por isso, escolha sempre o melhor!

Manutenção dos equipamentos da oficina mecânica: fique atento!

Os equipamentos são o principal investimento de uma oficina mecânica. Afinal, eles são fundamentais para a execução de todos os serviços. Mas o mau uso e a falta de manutenção podem colocar todo esse investimento a perder. Saiba mais sobre a importância da manutenção dos equipamentos da oficina mecânica.

A importância da manutenção adequada

 Não basta ter uma oficina com os melhores equipamentos se eles não estiverem funcionando corretamente. A preservação dos equipamentos é mais que um cuidado com o objeto em si: é prezar pela qualidade do seu serviço.

Imagine você utilizar um equipamento descalibrado e como consequência realizar um reparo inadequado em um veículo? Um cliente insatisfeito pode prejudicar muito a imagem da sua oficina. E tudo isso por um erro que poderia ser facilmente evitado.

Adotar a manutenção dos equipamentos da oficina mecânica como um procedimento também ajuda a prolongar a vida útil do produto. Assim, você consegue evitar o gasto de ter que repor equipamentos constantemente.

Por último, a manutenção dos equipamentos é uma forma de proteger a saúde de seus funcionários. O mau funcionamento de uma ferramenta pode machucar um membro da sua equipe. Por isso, através da manutenção você reduz o risco de acidentes de trabalho.

Como fazer a manutenção dos equipamentos da oficina mecânica

É obrigação da oficina mecânica realizar a manutenção adequada de todos os seus equipamentos. Eles devem estar em condição de serem utilizados quanto a manutenção, a calibração e aferição. Algumas dicas importantes:

Capacite seus funcionários

O mau uso de um equipamento pode levar a sua deterioração. Dessa forma, sempre que sua oficina investir em uma nova ferramenta, seus funcionários precisam saber como utilizá-la da forma correta.

Normalmente, equipamentos como elevadores automotivos, vem com um curso explicativo do fabricante de como utilizar o produto.

Torne a limpeza um procedimento padrão

Não se pode simplesmente utilizar uma ferramenta ou equipamento e não deixá-lo em condições de uso para o próximo serviço. Os procedimentos de limpeza também vão garantir a durabilidade dos produtos.

Enfatizamos que cada equipamento tem suas especificidades de limpeza, que devem ser verificadas de acordo com as indicações do fabricante. Os que possuem componentes eletrônicos, por exemplo, não podem ser lavados com água, então pode-se usar o ar comprimido.

Já os elevadores automotivos, possuem uma camada de pintura eletrostática a pó e por isso podem ser limpos com um pano úmido e sabão neutro.

Tenha um calendário de manutenção

Sua empresa pode manter um calendário com as datas da manutenção dos equipamentos da oficina mecânica. Mantenha também um relatório com o histórico das aferições que foram realizadas.

É importante criar um padrão de procedimento destas verificações. Isso deve ser feito de forma periódica.

Verifique a necessidade de manutenção indicada pelo fabricante do produto

Cada equipamento possui uma necessidade de manutenção específica, que é determinada pelo fabricante do produto.

Elevadores automotivos, por exemplo, exigem uma manutenção contínua. Veja:

  • A lubrificação com graxa deve ser feita semanalmente.
  • A cada 3 meses é necessário reapertar todos os parafusos e porcas do equipamento.
  • Pelo menos uma vez ao mês, a corrente e a correia devem ser esticadas.
  • O rolamento sofre fadiga, por isso é preciso fazer o controle a cada 6 meses e uma revisão técnica no equipamento uma vez ao ano (realizada por um técnico especializado).
  • Componentes como correias, rolamentos e porcas de nylon devem ser substituídos sempre que necessário.

Fique atento!

A garantia do serviço de qualidade da sua oficina depende da manutenção dos seus equipamentos, mas também da origem do produto. Por isso, escolha sempre um fabricante que tenha experiência de mercado.

Conheça os equipamentos Máquinas Ribeiro!

Saiba como fazer sua oficina mecânica aparecer no Google!

A internet é a principal ferramenta utilizada por todas as pessoas para encontrar o que precisam. E isso se aplica também para os clientes do seu negócio! É por isso que aparecer no buscador será determinante para o seu sucesso. Saiba como fazer sua oficina mecânica aparecer no Google!

Por que você precisa estar na internet?

O número de pessoas que utilizam a internet cresce a cada ano. Todos estão conectados 24 horas por dia e é difícil encontrar alguém que não tenha um celular.

Agora imagine a situação: o carro quebra, e através do celular a pessoa busca a oficina mecânica mais próxima. Se a sua oficina aparecer no Google, ela poderá encontrar o seu negócio e você ganhará um novo cliente!

Existem diferentes formas de fazer sua oficina mecânica aparecer no Google. A seguir, explicamos a principal e mais fácil maneira da sua empresa ser facilmente encontrada por quem precisa dos seus serviços.

Como seus clientes pesquisam no Google?

Quando uma pessoa busca no Google por “oficina mecânica”, automaticamente os resultados mostrados são as empresas que estão mais próximas do local onde ela se encontra.

Caso ela queira outro local, ela deverá escrever o nome da localização como, por exemplo, “oficina mecânica em São Paulo”.  Outra opção, é a pessoa buscar diretamente pelo nome da sua oficina.

Confira essa dica especial para sua oficina mecânica aparecer no Google como resultados destas buscas!

Cadastre sua empresa no Google Meu Negócio!

O Google Meu Negócio é uma plataforma totalmente gratuita do Google! Através dela, você poderá incluir a sua oficina no mapa (Google Maps) além de disponibilizar informações precisas sobre o seu negócio.

O objetivo dessa importante ferramenta é facilitar o acesso de seu cliente a informações sobre o seu negócio. Isso irá destacar a sua oficina frente aos concorrentes! Veja o que você pode fazer com o Google Meu Negócio:

  • Cadastrar a localização da sua oficina mecânica no Google Maps. Inclusive, o Google irá incluir a rota que a pessoa deverá fazer para chegar no seu negócio!
  • Disponibilizar todas as formas de contato como telefone, Whatsapp e e-mail.
  • Você pode incluir fotos da sua oficina mecânica. Inclua principalmente fotos da fachada para que os clientes encontrem mais facilmente o local.
  • Seus clientes podem fazer comentários sobre sua oficina e avaliações sobre seus serviços que ficarão visíveis para todos.
  • Adicione também as informações sobre os horários de funcionamento.

Para fazer sua oficina mecânica aparecer no Google, primeiramente você precisa de um e-mail no Gmail (acesse o site e crie o seu gratuitamente). Depois, basta acessar o site do Google Meu Negócio e realizar o cadastro. Serão necessário os dados da sua empresa.

Para comprovar a veracidade dos dados, o Google irá enviar para o endereço cadastrado uma correspondência com um código. Use o código para ativar sua conta e pronto: sua oficina estará no Google!

Dicas importantes!

Mantenha sempre seu dados atualizados. Mudou de horário de atendimento? Lembre-se de atualizar no Google Meu Negócio. Incentive também as avaliações dos seu clientes! As pessoas tendem a preferir lugares que tenham recomendações.

O Google Meu Negócio também possibilita que você monitore os acessos ao seu perfil. Isso pode ajudar sua oficina a desenvolver estratégias melhores para atrair cada vez mais clientes.

Confira mais dicas de como atrair mais clientes para o seu negócio em nosso e-book.

5 dicas para montar uma oficina mecânica

Você sonha em ter seu negócio próprio ou já possui uma oficina? Ter uma empresa de sucesso requer muito trabalho! Mas seguindo alguns passos você pode alcançar este objetivo. Confira agora 5 dicas para montar uma oficina mecânica:

1. Busque funcionários qualificados:

O principal recurso que você terá em sua oficina são seus funcionários. Afinal, sem eles você não poderá prestar um serviço de qualidade. Por isso, a primeira dica na hora de montar uma oficina mecânica é selecionar uma ótima equipe de colaboradores.

Escolha profissionais capacitados e que estejam constantemente se atualizando com as novidades do mercado automotivo. Sua equipe deve ser capaz de realizar os mais variados serviços, atendendo assim diferentes necessidades dos clientes.

Valorize também quem entende de manutenção e reparos especializados: são serviços especiais que podem se tornar o diferencial da sua oficina. Caso seja necessário, sua oficina pode investir ainda em treinamento e capacitar um funcionário para determinado serviço.

2. Tenha um público-alvo definido:

Sua oficina pode prestar os mais variados serviços e ainda assim ter um público-alvo bem definido. É este público que irá direcionar suas estratégias. Este fator também deverá estar diretamente relacionado com a localização da sua oficina.

Reflita sobre seu cliente quando for montar uma oficina mecânica! Entre as perguntas que devem ser feitas estão qual o poder aquisitivo e qual o tipo de veículo que você irá atender (carros populares ou importados, por exemplo). Existem até mesmo oficinas mecânicas de sucesso destinadas a atender um nicho específico de mercado, como as oficinas que atendem apenas mulheres.

Tendo o público-alvo definido será mais fácil escolher a localização certa para a sua oficina mecânica. Você deverá estar em um local com visibilidade e de fácil acesso para estes clientes.

3. Quem não é visto, não é lembrado:

Além de estar perto do seu público, é fundamental que sua oficina seja vista. Sua oficina precisa ter uma marca, ou seja, um nome e um logo. É importante que essa marca esteja visível na sua fachada, e que ela seja bem atrativa.

Não basta montar uma oficina mecânica: é necessário dar visibilidade a sua empresa! Espalhe sua marca pela região que você pretende atender com panfletos, faça parcerias com estabelecimentos vizinhos e esteja presente na internet.

4. Mantenha a organização e a limpeza do local:

Não tem nada pior que uma oficina mecânica suja e desorganizada. Por isso, quando for montar sua oficina tenha em mente itens que possam facilitar a organização e a limpeza do local.

O piso pode conter canaletas e ralos, e em determinados espaços podem ter armários e bancadas para as ferramentas, por exemplo. Crie um padrão de procedimentos que devem ser cumpridos pelos funcionários após a execução de cada serviço, como a limpeza da área e o recolhimento dos materiais usados.

Estes fatores dão à sua oficina uma melhor aparência para os clientes. Além disso, a organização auxilia na execução do serviço de forma mais rápida e ágil.

5. Tenha os melhores equipamentos:

Não basta montar um oficina mecânica atendendo todos os fatores acima se ela não tiver os melhores equipamentos. Isso é um fator fundamental na execução dos serviços e irá influenciar diretamente em sua qualidade, e como consequência na satisfação do cliente.

Escolher as melhores ferramentas e equipamentos amplia o potencial da sua oficina e a credibilidade dela. Invista em tecnologia para alcançar a excelência em serviços e ganhar cada vez mais clientes!

Para isso, conte com quem tem experiência de mercado e os melhores produtos. Conheça a nossa linha completa de equipamentos para montar uma oficina mecânica de respeito!